Rapaz morre após ser picado por cobra jararaca

0
2060
Foto: Divulgação

Evandro Fabrício da Rosa, 28 anos, morreu na noite de quarta-feira (12) depois de ter sido picado por uma cobra jararaca. O acidente aconteceu na chácara da família, localizada na rodovia PR-153, sentido localidade de Mato Queimado, em Ponta Grossa, por volta das 18 horas.

De acordo com informações do 2° Grupamento do Corpo de Bombeiros, a vítima foi picada no calcanhar e levada pelos familiares até uma ambulância do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergências (Siate) já na cidade.
Em seguida, os socorristas o encaminharam até o Hospital Municipal Amadeu Puppi para receber o soro antiofídico, porém, a vítima faleceu momentos depois de dar entrada ao local. Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde, o rapaz deixou a esposa e um filho ainda criança.
De acordo com o 2° tenente do Corpo de Bombeiros, Matheus Justino Cândido, esse foi o primeiro caso registrado em Ponta Grossa nos últimos dois anos, porém, a jararaca é a cobra que causa o maior número de acidentes no Paraná, e geralmente vivem em locais úmidos.
“Algumas medidas importantes que devem ser tomadas é lavar o local com água e sabão; não fazer cortes, perfurações e nem colocar qualquer produto sobre a lesão; manter a vítima calma e imóvel e, se possível, levar o animal agressor, mesmo morto, para facilitar o diagnóstico e a escolha do soro”, informou.
Outra orientação, segundo o tenente Cândido, é entrar em contato com o Corpo de bombeiros ou Serviço de Atendimento Móvel e de Urgência (Samu), e orientar-se no sentido de melhor local para encontro caso a pessoa tenha sido picada em áreas afastadas da cidade. “É importante levar a vítima até um local mais acessível à ambulância para que ela tenha um atendimento mais rápido”, orientou.

 

Fonte: Diário dos Campos / Via Goionews.

Comentários