Ordem judicial impede PM de atender população para escoltar preso em Assis

0
624
Foto: Policial Web
A Polícia Militar de Assis Chateaubriand está impedida de atender a população até o dia de três de março por determinação da comarca da cidade.

A ordem judicial determinou que a equipe da PM deve escoltar a detenta que passou por cirurgia e está em observação no Hospital Beneficente Moacir Micheletto.

Com a decisão, o atendimento da PM em Assis Chateaubriand ficou comprometido, pois a cidade conta com apenas uma viatura policial e o fato revoltou a população que teme pela segurança.

Quem precisar do serviço da PM deve continuar entrando em contato pelo 190, o que muda é que a equipe que vai atender o chamado será de Jesuítas, que fica a aproximadamente 15 quilômetros da cidade e que também é responsável pelo atendimento do município de Iracema.

A Cadeia Pública de Assis Chateaubriand é uma unidade de gestão compartilhada entre a Polícia Civil e o Depen (Departamento Penitenciário), sendo a administração de responsabilidade da Polícia Civil. Nesses casos o Depen fica responsável por fornecer agentes penitenciários para trabalhar na unidade.

No Paraná, a escolta de detentos é de responsabilidade da Polícia Militar e é acompanhada por agentes penitenciários para tratar da parte burocrática.

Até que a detenta não receba alta hospitalar, a viatura da Polícia Militar deverá continuar estacionada em frente ao hospital, impedida de atender a comunidade.

Catve.com

Comentários