NRE defende Ensino em Tempo Integral questionado por pais em Jesuítas

0
892
O Núcleo Regional de Educação de Assis Chateaubriand defendeu a metodologia de ensino adotada pelo Colégio Humberto de Alencar Castelo Branco em Jesuítas e questionada por cerca de 250 pais da cidade.

Pais alegam que a carga horária está fazendo mal à saúde dos filhos

Atualmente o colégio é uma das 73 instituições estaduais que ofertam o Ensino em Tempo Integral no Paraná, porém essa modalidade têm incomodado muitos pais da pequena cidade de Jesuítas.

Os responsáveis de alunos que frequentam o colégio alegam falta de tempo com os filhos, afirmam que não foram consultados sobre a implantação do ensino em tempo integral na cidade, além de casos de bullying dentro da instituição.

Outro ponto questionado pelos pais é a rotina intensa e cansativa enfrentada pelos estudantes que vão de ônibus fornecidos pela Prefeitura até a escola e ficam fora de casa das 05:30h às 18:30h.

Segundo o NRE, o Ensino em Tempo Integral é aprovado por diversas lideranças do município e além disso tem contribuído muito para o baixo índice de vulnerabilidade das crianças e adolescentes, baixo índice de violência e drogadição.

O NRE também afirmou que a modalidade tem contribuído para a baixa evasão escolar e aumento do nível de aprendizagem.

Inconformados com a situação, um abaixo assinado reuniu pais de alunos já matriculados e responsáveis de futuros estudantes da escola.

O pedido de providências já foi enviado para Secretaria de Educação do Paraná que deve se pronunciar sobre o caso em breve.

Vale lembrar que os pais não pedem a extinção do Ensino em Tempo Integral e sim que seja ofertada mais de uma modalidade como por exemplo o ensino em meio período.

Clique aqui e saiba mais sobre o caso

 

Catve.com

Comentários