Moradores retiram pertences de prédio ameaçado em Toledo

0
770
Fotos: Bogoni/Radar BO/Catve

“Medo, eu tô com medo”.

Esse é o sentimento dos moradores e frequentadores do Residencial Primavera, interditado na noite de ontem (30) em Toledo. Segundo os relatos, dois estrondos foram ouvidos durante o dia, um pela manhã e outro pela tarde, e já no início da noite, moradores notaram, no térreo, o recalque em torno dos pilares. O fato ocorreu após uma semana de fortes chuvas.

O prédio pertence a um casal divorciado e oito dos 18 apartamentos são alugados por uma imobiliária aqui do local. Uma placa de vende-se, referente a esses oito apartamentos, estava afixada na parede quando chegamos aqui. A outra metade do prédio, os outros 10 apartamentos pertencem a uma mulher, que veio de Curitiba, durante a madrugada, assim que soube do ocorrido. Segundo ela, que não quis gravar entrevista, uma empresa de Cascavel, já foi contratada para fazer a análise técnica da estrutura.

Pela manhã, os moradores tiveram 30 minutos para entrar e retirar pertences dos apartamentos.

Após a análise da estrutura pela manhã, os moradores poderão ter mais 30 minutos durante a tarde. Muitos já estão alocados em casa de familiares e amigos, mas a Defesa Civil do município, também oferece acolhimento para as famílias que não tem para onde ir.

Só após a análise técnica da empresa contratada é que se poderá concluir que a estrutura tem ou não reparo. Os inquilinos da imobiliária terão um reunião às duas horas da tarde para tratar do assunto, já os demais moradores aguardam o posicionamento da empresa.

Por Catve.com / Fotos: Bogoni – Radar BO

Comentários