Jaime Haraki foi morto por facadas e agressões na própria empresa

0
1845

Após dar entrada no Instituto Médico Legal de Toledo, foi constatado por profissionais da unidade que o empresário Jaime Haraki de 69 anos, foi vitima de golpes de faca, sendo um no braço esquerdo e uma no pescoço, lado direito, além de agressão física, provocando escoriações pelo corpo, que sofreu na manhã desta quarta-feira (12), na Rua Liberdade, 59, centro de Assis Chateaubriand.

Segundo o que foi apurado pela polícia, elementos invadiram a empresa Haraki, reviraram todo o escritório e tirou a vida do mesmo. A suspeita é que aconteceu um assalto seguido de morte, conhecido como latrocínio, mas tudo será apurado através de investigação. Jaime foi encontrado pela esposa ao chegar para trabalhar por volta das 07h00, sendo que ao perceber que o mesmo estava dentro de um tambor de lixo, ficou chocada, sendo que precisou de atendimento por equipes do SAMU. A Polícia Militar foi acionada e prestou todo atendimento e logo já acionada toda rede policial. Equipe da Criminalística de Cascavel esteve no local. O corpo foi recolhido e levado ao IML de Toledo para exames de necropsia. Jaime Haraki, pioneiro de Assis Chateaubriand foi presidente da ACIAC, sendo associado desde a década de 80, era Rotariano, liderança atuante da Colônia Japonesa e sempre participou ativamente das ações da comunidade chateaubriandense. O crime continua sendo investigado.

O corpo de Jaime será velado na capela mortuária da Funerária Bom Samaritano de Assis Chateaubriand. O corpo deverá chegar por voltas as 19 a 20 horas. O sepultamento será amanhã (13) em horário a ser definido pela família, no distrito do Carajá, Município de Jesuítas, onde ele tem familiares sepultados.

 

Fonte: Gilmar Bosquette e Léo Silva

Comentários