Falta de infraestrutura local contribui com redução do ritmo de obras do maior frigorífico da América Latina

0
954

Diante de boatos de que as obras do frigorífico da Frimesa em Assis Chateaubriand, estariam sendo paralisadas, o departamento de jornalismo da Rádio Vale Verde FM entrou em contato com a empresa; A Frimesa divulgou a seguinte nota:

NOTA DIRETORIA

A Frimesa decidiu diminuir o ritmo das obras implantação do novo frigorífico em Assis Chateaubriand. As obras no local continuarão com velocidade menor de trabalho.

A decisão está fundamentada nos seguintes fatos: 
1- Lentidão para abertura do mercado externo para produtos brasileiros;
2- Redução no consumo interno das proteínas animais, motivada pela queda do poder aquisitivo.
3- Desestimulo com a intensa burocracia nos órgãos públicos brasileiros;
4- Custos elevados para o acesso a infraestrutura de energia elétrica, rodovias e comunicação.
5- Período de transição política, econômica e administrativa em 2019 no Brasil.

Diante do cenário atual e na expectativa de que as mudanças no Brasil aconteçam, adotamos a prudência de reduzir o ritmo neste momento para continuar crescendo com solidez. 

A diretoria.

A Frimesa
Por fim a Frimesa está sempre pronta para resolver e esclarecer eventuais transtornos reforçando a política de zelar pela qualidade dos produtos e pelo respeito ao consumidor.
Presente no mercado brasileiro de alimentos há quase quatro décadas, a Frimesa é uma Cooperativa Central do oeste paranaense que industrializa a matéria-prima de produtores de cinco cooperativas filiadas – Copagril, Lar, C.Vale, Copacol e Primato. Atua no segmento de carne suína e derivados de leite com foco na industrialização de alimentos de valor agregado. Possui um portfólio de mais de 400 produtos e o faturamento de 2017 deve ser próximo aos R$ 2,8 Bilhões.

 

Fonte: Vale Verde FM

Comentários