Duas pessoas morrem afogadas no Rio Piquiri em Formosa do Oeste, corpos foram localizados

0
787
Foto: CARLOS CORUJINHA

Por volta das 17h50 de sábado, (19) a equipe da PM de Formosa do Oeste recebeu uma ligação via 190, onde segundo solicitante um barco havia virado no Rio Piquiri, sob a ponte que liga as cidades de Formosa do Oeste a Goioerê, de imediato foi entrado em contato com a central de Assis Chateaubriand, para que mantivesse contato com o corpo de bombeiros, pois segundo solicitante não estava conseguindo ligação.

Um dos ocupantes que estava no barco, relatou que o barco estava fazendo uma manobra para retornar e buscar um chapéu que havia caído na água, quando a embarcação virou. No momento do fato haviam seis pessoas na embarcação, todos caíram na água.

Dos seis, somente quatro haviam conseguido sair da água. Segundo outro envolvido, nenhum deles usava colete salva vidas, e que começou a nadar para a margem tentando se salvar, que somente viu um dos ocupantes sumir nas margens do rio.

Entre as pessoas estavam Marcelo Alves de Lima de 42 anos, e Odair José Oliveira, também de 42 anos. O corpo de Odair estava a alguns metros do local onde aconteceu o fato e foi localizado ontem domingo. O corpo de Odair foi encaminhado ao IML para ser necropsiado e posterior liberado para os atos fúnebres. Odair conforme informações seria morador de Formosa do Oeste.

Marcelo Alves de Lima de 42 anos, conhecido como “Indio”, seria morador do Distrito de Jóia, município de Quarto Centenário e foi encontrado por populares na manhã desta segunda-feira(21) nas águas do Rio Piquiri.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o local onde o corpo foi encontrado tinha pelos menos oito metros de profundidade. De acordo com a corporação os rios da região são irregulares, em alguns locais no Rio Piquiri, a profundidade varia de 5 há 50 metros.

Além deste fator tem também as correntezas que arrasta os corpos mesmo que seja lenta. Buscas em água doce já são com baixa visibilidade e quanto mais fundo aumenta a dificuldade.

 

Érico Malvezi – Rádio Vale Verde FM

 

Comentários